Receitas de coquetéis, destilados e bares locais

Filetes de Peixe Crocante com Receita de Escarola Murcha

Filetes de Peixe Crocante com Receita de Escarola Murcha



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Ingredientes

  • 4 filés de peixe com 6 onças e 1 polegada de espessura com pele (como salmão ou robalo)
  • 6 colheres de sopa de azeite, dividido
  • 2 dentes de alho grandes, picados
  • 1 cabeça grande de escarola, picada grosseiramente (cerca de 8 xícaras embaladas)
  • 3 colheres de sopa de vinagre de vinho xerez, dividido

Preparação de Receita

  • Forre a assadeira com filme plástico. Disponha os peixes na folha, com a pele voltada para cima. Espalhe sal grosso generosamente na pele para revestir completamente. Chill descoberto 1 hora.

  • Pré-aqueça o forno a 475 ° F. Enxaguar o sal do peixe; pat até muito seco. Coloque o peixe, com a pele para cima, na superfície de trabalho. Usando uma faca grande com a lâmina perpendicular à pele, raspe a superfície da pele para remover qualquer umidade, limpando a lâmina com frequência. Usando a lâmina de barbear, marque a pele em quadrados hachurados de 1 polegada. Polvilhe com pimenta.

  • Aqueça 1 1/2 colheres de sopa de óleo em cada uma das 2 frigideiras refratárias grandes em fogo alto. Adicione 2 filés, com a pele voltada para baixo, em cada frigideira. Sele até a pele ficar crocante e marrom, cerca de 4 minutos. Coloque as frigideiras no forno (não vire o peixe) e asse até que o peixe fique opaco no centro, cerca de 4 minutos.

  • Enquanto isso, aqueça 3 colheres de sopa de óleo em uma panela grande em fogo médio alto. Adicione o alho e refogue por 30 segundos. Adicione a escarola e mexa até começar a murchar, cerca de 2 minutos. Adicione 1 1/2 colheres de sopa de vinagre e misture. Tempere com sal e pimenta.

  • Monte escarola no centro de 4 pratos. Cubra com peixe, pele voltada para cima. Polvilhe com o vinagre de 1 1/2 colheres de sopa restante.

Seção de Críticas

Filetes de Peixe Crocante com Receita de Escarola Murcha - Receitas

Um tempo atrás, nós compramos um Groupon para o Clean Catch Fish Market em Charlotte e finalmente compramos alguns peixes com ele. Levamos para casa ártico char e black bass.

Não tenho certeza se já fiz baixo, então não sabia como a maioria das pessoas o cozinhava. Depois de uma rápida pesquisa de receitas, descobri a receita de hoje, trazida de Anne Burrell de seu Food Network Show, Segredos de um Chef de Restaurante. É uma receita bastante simples que realmente cozinha bem o peixe (selando-o na panela) e oferece uma refeição realmente boa que seria um bom jantar sofisticado em casa em cerca de 15 minutos.

A única coisa que faria diferente é tentar temperar melhor o peixe da próxima vez ou adicionar algum outro elemento de sabor ao próprio peixe - talvez um molho ou regue com o suco de grapefruit. O peixe estava bem cozido - úmido, em flocos e macio - mas era um pouco insosso. Por outro lado, se você não gosta de peixes fortes, esta é a escolha ideal.

receita foi escrita para alimentar quatro pessoas.

Azeite de oliva extra virgem
Quatro filetes de black bass de 6 onças
Sal kosher
5 a 6 xícaras de verduras amargas, como rúcula, dente de leão, escarola, radicchio, endívia ou frisee
1/2 cebola roxa pequena, cortada em fatias finas
1/2 grapefruit vermelho rubi, espremido
1/4 xícara de azeitonas gaeta ou kalamata sem caroço, lascadas
2 toranjas vermelho rubi, supremed
3/4 xícara de queijo feta esfarelado

Cubra uma frigideira grande com azeite e leve ao fogo alto. Cubra o fundo de outra frigideira menor com azeite. Polvilhe o peixe com sal dos dois lados. Quando a frigideira grande estiver muito quente, mas não totalmente fumegante, coloque os filés de peixe na frigideira, com a pele para baixo. Não sobrecarregue a panela, você pode ter que trabalhar em lotes. Depois de colocar o peixe na frigideira, coloque a outra frigideira pequena diretamente em cima dos filés de peixe. Isso aplica uma leve pressão no peixe e força a pele a entrar em contato com a frigideira, criando uma pele crocante. Cozinhe o peixe por 3 a 4 minutos e retire a assadeira de cima. Sacuda um pouco a frigideira para descolar o peixe. Use uma espátula de peixe, vire os filés de peixe e cozinhe por mais 2 minutos do outro lado. Retire da panela e sirva ou mantenha quente até que o restante do peixe esteja cozido.

Em uma tigela grande, tempere as verduras e as cebolas roxas com azeite e suco de toranja e tempere com sal. Misture as fatias de azeitona e os supremos de toranja.

Divida a salada em 4 pratos de servir e polvilhe com queijo feta. Coloque um filé de peixe em cada salada. Sirva imediatamente.


Snapper Escabèche com cebolinhas carbonizadas

Porções: 4 Tempo de cozimento: 20 minutos

Ingredientes

8 colheres de sopa de azeite, dividido, e mais para grelhar

½ cebola roxa pequena, cortada em fatias finas

Sal kosher e pimenta-do-reino moída na hora

4 filetes de pargo com pele de 6 onças

Folhas de salsa com caules tenros (para servir)

Instruções

Prepare a grelha para uma grelha de óleo em fogo médio-alto. Combine a cebola, o vinagre e 6 colheres de sopa. azeite em uma tigela pequena tempere com sal e pimenta. Reserve a marinada.

Esfregue o pargo com 1 colher de sopa. óleo total da temporada com sal e pimenta. Grelhe, com a pele para baixo, até ficar ligeiramente carbonizado e quase cozido, 4-6 minutos (a pele deve se soltar facilmente se grudar, grelhe mais um ou dois minutos). Vire a grelha até estar cozida, cerca de 1 minuto. Coloque a pele voltada para cima em uma assadeira.

Despeje a marinada reservada sobre o pargo quente e deixe descansar por pelo menos 10 minutos (quanto mais tempo ficar, mais intenso será o sabor).

Enquanto isso, jogue a cebolinha em uma assadeira com 1 colher de sopa restante. tempere com óleo com sal e pimenta. Grelhe, virando sempre, até ficar ligeiramente carbonizado e murcho, cerca de 2 minutos. Transfira para uma placa de corte. Deixe esfriar pique grosseiramente.

Para servir, coloque a marinada sobre o pargo e cubra com a cebolinha e a salsa.


Segundas-feiras sem carne: Spaghetti Squash com Couve e Grão de Bico

Antes de pular este post ou descartar totalmente a abóbora, garanto que esta receita foi feita com a abóbora em mente e não é um substituto para nada aqui.

Meio que me irrita um pouco quando as pessoas tentam substituir alternativas mais saudáveis ​​para os alimentos clássicos. Feijão preto nunca será carne, e espaguete abóbora nunca será espaguete. Eu, no entanto, adoro um bom hambúrguer de feijão preto, e espaguete, quando cozido para mostrar seus próprios méritos, é bom. Acho que a chave para apreciar esses alimentos é usá-los como são, e não achar que vai conseguir um substituto perfeito para um alimento que prefere comer.

Esta receita, encontrada no Pinterest, é um prato vegetariano muito bom. Há muitos sabores acontecendo e não usa muito óleo, então tem baixo teor de gordura e é muito nutritivo. Usei a cozinha de palco para juntar tudo rapidamente na noite em que fiz isso. O que isso significa? Bem, eu cozinhei o grão-de-bico com antecedência em uma panela elétrica. Assei a abóbora naquela manhã, quando me preparava para o trabalho, desfiei e guardei na geladeira para usar mais tarde naquela noite. Torrava os pinhões em uma frigideira (cuidado!) Naquela manhã enquanto preparava o café da manhã. SE eu fosse inteligente, também teria removido e lavado a couve com antecedência. Isso interrompe o processo de cozimento para que não seja T menos 2 horas até o jantar.

alimenta 2 com um pouco de sobra, na minha experiência

1 abóbora espaguete menor
1-2 colheres de sopa de azeite
1 chalota cortada em fatias finas
3 dentes de alho picados
pitada de flocos de pimenta
1 xícara de grão de bico, escorrido e enxaguado
1 ramo de folhas de couve picadas
1/2 limão, suco
& # 188 xícara de tomates secos ao sol picados (ou alcaparras ou azeitonas)
& # 188 xícara de pinhões torrados
Sal e pimenta
Opcional: um pouco de queijo parmesão ralado na hora

Pré-aqueça o forno a 375 graus F.

Corte sua abóbora ao meio no sentido do comprimento. Retire as sementes e a polpa do meio. Coloque a abóbora em uma assadeira, com o lado cortado para cima. Regue com azeite e polvilhe com sal e pimenta. Asse por cerca de 1 hora ou até que a carne esteja macia e você possa raspar os fios de macarrão com um garfo. (Se a abóbora for difícil de cortar, asse inteira pelos primeiros 20 minutos até que amoleça um pouco, depois corte e continue). Retire a abóbora do forno, deixe esfriar um pouco e use um garfo para raspar a abóbora em tiras. (deixou de lado).

Em uma frigideira grande em fogo médio, adicione azeite de oliva o suficiente para cobrir levemente a panela e, em seguida, adicione a chalota, o alho, a pimenta em flocos, o sal e a pimenta. Assim que a chalota começar a amolecer, adicione o grão de bico e cozinhe por alguns minutos até dourar levemente. Adicione as folhas de couve, o suco de limão e mexa bem tudo na panela.

Quando a couve estiver parcialmente murcha, adicione os fios de abóbora, um pouco de queijo ralado, tomates secos ao sol e mais sal e pimenta, a gosto. Jogue para incorporar. Retire do fogo e cubra com pinhões torrados e queijo ralado extra.


Sobras de carne assada e sopa de legumes

Não costumo fazer rosbife para minha família, já que não somos grandes comedores de carne vermelha. Embora, reconheço, todos nós gostemos de um bom bife na grelha ou um assado ocasional na panela de barro. A exceção tende a ser em torno do Natal feriado quando o Ação de graças o peru ainda é uma lembrança próxima e o presunto ou cordeiro quer ser reservado para o Páscoa tabela. Natal apenas pede um belo rosbife. Às vezes, compramos um impressionante Prime Rib ou suculento Tenderloin, mas este ano escolhemos um humilde Olho de Rodada para o evento principal. Assar carne pode ser problemático, pois você deseja obter um assado macio, suculento e saboroso & # 8212 e assar no forno pode secar o olho muito magro do assado. Eu decidi ir com o testado e comprovado & # 8220 método de alta temperatura & # 8221 para cozinhar meu assado.

Aqui está o que eu fiz:
1. Eu preparei meu assado de 6 libras na noite anterior removendo a embalagem da loja e enxugando toda a umidade (sangue) com papel toalha. Em seguida, coloque o assado, com a gordura voltada para cima, em uma assadeira & # 8211, cubra-o com papel manteiga (colocado ao redor do assado) e coloque-o de volta na geladeira durante a noite.
2. Duas (2) horas antes da hora de cozinhar (11:00 para mim), Tirei o assado da geladeira para deixar a carne em temperatura ambiente (isso proporciona um cozimento mais uniforme).
3. Após 1 1/2 horas (12:30), Eu pré-aqueci meu forno a 500 graus F. [Observação: este método requer um forno moderno com uma configuração digital e uma vedação da porta apertada.] Eu descobri o assado e pincelei-o com azeite de oliva, depois temperei com sal kosher, terra fresca pimenta preta, alho picado na hora (4 dentes) e uma pitada de alecrim seco.
4. Quando estiver pronto (13:00) Coloquei o assado temperado no forno pré-aquecido e assei a 500 F por 36 minutos (6 minutos por libra). Deixando a porta fechada, ligo o forno para 350 F por mais 30 minutos (isso foi aprox. 14:00), em seguida desligue o forno e deixe o assado por 2 horas (NÃO ABRA A PORTA). Você pode inserir um termômetro de carne ou sensor de temperatura no assado para que possa monitorar o cozinheiro & # 8212 ou apenas fazer isso no & # 8216fé cega & # 8217 goste de mim e torça pelo melhor.
5. Após as 2 horas (16:00), Retirei o assado do forno, coloquei uma tenda firmemente com papel alumínio e o deixei descansar por 30-40 minutos enquanto terminava o resto da refeição.
6. Quando todos se sentaram para comer, tivemos um lindo assado, perfeitamente rosado (mal passado), suculento e macio, com uma crosta marrom agradável por fora e um sabor forte e carnudo. Delicioso!

Esse método de assar em alta temperatura me lembra dos dias em que trabalhava em banquetes e catering durante o final dos anos 80 e # 8217 e 90 & # 8217. Eu assei bastante carne naquela época, de tudo, desde enormes rodadas de navio a vapor, costelas assadas em pé e costelas inteiras & # 8212 até rodelas comerciais, peito e três pontas. Uma das maneiras de garantir que a carne não superasse (a maioria das pessoas quer um pouco de rosa na carne) foi cozinhar lentamente os assados. Freqüentemente começamos em um forno muito quente para & # 8220queimar a tampa de gordura & # 8221 e dar ao assado um bom caramelizado por fora (o que criou o melhor au jus e molho) e, em seguida, terminava de cozinhar a 200 graus F. Em alguns lugares em que trabalhei, assávamos até 30 costelas inteiras de uma vez em Alto-Shaam segurando fornos (uma espécie de grande caixa de metal com elementos de aquecimento e prateleiras) a 190 graus F durante todo o dia e eles ainda saíram lindamente rosa e tenros.

Rosbife também me lembra dos meus primeiros dias no serviço de alimentação, quando as sobras nunca eram jogadas fora, mas sempre eram & # 8230 e quero dizer sempre & # 8230 usado nas seleções diárias de sopa. Foi por isso que dei o título a esta postagem Sobras de carne assada e sopa de legumes porque fiz uma boa sopa com o final do assado e um maravilhoso au jus que sobrou depois da ceia de Natal.

Como eu mencionei antes, meu pai, Vinnie Lista era conhecido por suas sopas, bisques e chowders em Lista e # 8217s Restaurante. Uma de suas favoritas era a sopa de cevada, mas só era feita quando havia sobras de rosbife à mão (o que felizmente acontecia com frequência). Havia mais uma fórmula & # 8220 & # 8221 do que uma receita ao fazer sopas na Lista & # 8217s, que dava licença para improvisar ingredientes se algo estivesse em excesso ou em falta. Com isso em mente, quase sempre começamos sopas à base de caldo com mirepoix (cenoura, cebola, aipo) e um bom caldo forte. Depois disso, cabia aos caprichos culinários de Dad & # 8217s produzir o produto final.

Na mesma linha, fiz uma deliciosa sopa de carne e vegetais com base em alguns excedentes, alguns itens básicos e tudo o mais que eu tivesse em mãos. Como todas as receitas de sopa caseira, o céu é o limite quando se trata de ajustar-se aos gostos pessoais. Portanto, comece com a fórmula básica & # 8220 & # 8221 e fique à vontade para adicionar ou subtrair ingredientes de acordo com as necessidades de sua despensa ou família.

Sobras de carne assada e sopa de legumes

Tempo de preparação: 30 minutos
Hora de cozinhar: 40 minutos
Serve: 8-12 porções

Ingredientes:
1 TBSP de azeite ou gordura de carne de assado restante
Restos de carne assada & # 8211 cortados em cubos de 1/2 polegada
1/2 Rutabaga médio & # 8211 descascado e cortado em pedaços de 1/2 polegada (cerca de 1 xícara)
1 med Yellow Onion & # 8211 descascado e dados de 1/2 polegada
3 costelas de aipo e # 8211 cortadas transversalmente em pedaços de 1/2 polegada
3 dentes de alho fresco & # 8211 picado
4 med Cenouras & # 8211 descascadas, cortadas no sentido do comprimento e fatiadas em pedaços de 1/2 polegada
2 qts. Caldo de carne / estoque & # 8211 de boa qualidade feito em casa ou comprado em loja
1 lata de tomate em cubos com suco
1/2 xícara de cevada de pérola (opcional)
1-2 folhas de louro
1 xícara de feijão verde congelado
1 1/2 xícaras de floretes de couve-flor (pequenas)
Sal e pimenta & # 8211 a gosto

Instruções:
1. Prepare a carne e os vegetais antes de começar a sopa.
2. Em uma panela coberta de 6 litros ou forno holandês, aqueça o óleo ou a gordura em fogo médio. Adicione as sobras de rosbife picado, rutabaga picada, cebola picada, aipo fatiado e alho picado. Cozinhe e mexa até que o alho esteja perfumado e os vegetais comecem a amolecer & # 8211 cerca de 10 minutos.
3. Adicione a cenoura, o caldo de carne, os tomates em cubos com o suco, a cevada (se for usar) e a folha de louro. Leve ao fogo baixo, reduza o fogo, tampe e cozinhe por 20 minutos até que os vegetais estejam macios.
4. Adicione o feijão verde congelado e a couve-flor, aumente o fogo para médio e leve novamente para ferver. Cozinhe por 10 minutos até que a cevada e a couve-flor estejam macias. Desligue o fogo & # 8211 tempere com sal e pimenta a gosto & # 8211 e remova a folha de louro.
5. Sirva a sopa servida em tigelas com um farto pão multi-grãos ao lado.

Notas: As batatas podem ser substituídas pela Rutabaga (se você não for um fã) & # 8230, basta adicioná-las mais tarde com o feijão verde e a couve-flor. Cevada é opcional (estamos Sem glúten e não consigo comê-lo), mas adiciona uma textura agradável à sopa e realça o caldo. Sinta-se à vontade para adicionar ou substituir vegetais de acordo com seu gosto.

Aí está, um bom estilo caseiro Sobras Sopa de carne e vegetais para uma refeição noturna fria de inverno. Espero que gostem desta receita & # 8212 e espero que pensem duas vezes antes de jogar fora essas sobras.

Até a próxima vez, lembre-se, & # 8220O molho faz a diferença! & # 8221

Compartilhar isso:

Assim:


Canja de Galinha Muito Italiana (para 4 porções)

Quando digo que isso é “muito italiano & # 8221, muitos italianos honestos e bondosos podem estar revirando os olhos. Perdoe-me, mas posso explicar.

Nunca encontrei uma sopa tão laboriosa em minha vida! Em todos os menus que li desde que cheguei a esta bela terra, há pelo menos 6 sopas para escolher. Há sempre Ribollita, que tem como ingredientes principais pão dormido, couve e feijão. Há também uma versão local do minestrone, bem como um farro e sopa de espelta, para citar apenas alguns.

o ingrediente que enfeitou minha sopa

Não é de admirar que eu me sentisse compelido a fazer sopa para o jantar ontem à noite. Fui até a barraca de vegetais e fiquei perplexo com as escolhas. Eu queria de tudo um pouco, então acabei comprando de tudo um pouco! A única grande compra foi um monte de pequenos cogumelos chamados Agrocybe Aegerita, (comumente conhecidos como cogumelos de choupo ou veludo. Eles crescem em cachos compactos). Eles tinham bonés marrons escuros e pareciam ter sido escolhidos por fadas (sério!)

Pôr do sol da noite passada e # 039 em Cortona

Tendo ficado tão inspirado por todas as sopas maravilhosas que provei nas últimas semanas, decidi tentar uma sopa muito rústica e completa. Eu tinha um pouco de arroz basmati cozido, sobras de uma refeição anterior, e sabia que poderia despejá-lo no último minuto para completar o prato e torná-lo mais adequado para o jantar.

Foi delicioso em todos os sentidos, e as crianças não se cansavam daqueles pequenos cogumelos fofos. Posso ter criado um monstro culinário, já que me pediram para fazer sopa novamente amanhã… .hmmm.

Você vai precisar de: 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem, 2 filetes de peito de frango, picados em pedaços pequenos, 1 cebola grande, cortada em cubos, 1 costela de aipo grande, incluindo folhas, picada, 1 cenoura grande, cortada, 1 cacho de acelga suíça, folhas picadas grosseiramente (cerca de 6 xícaras), 1 abobrinha picada em palitos de fósforo grossos, 1 pimenta vermelha pequena, cortada em cubos, 2 xícaras de cogumelos minúsculos, OU 2 xícaras de cogumelos crimini, em fatias finas, 1 colher de chá de pimenta caiena em flocos, 1 colher de sopa de concentrado de purê de tomate, 1 bom frango de qualidade ou cubo de caldo vegetariano, 8 xícaras de água, 3 xícaras de arroz basmati cozido, sal marinho e pimenta preta rachada a gosto.

1 - Prepare todos os ingredientes antes de começar o cozimento propriamente dito.

2 - Coloque o óleo numa panela grande de sopa e leve ao fogo médio. Adicione a cebola, o aipo e as cenouras e cozinhe por 5 minutos.

continue a adicionar vegetais e refogue

3 - Adicione os pimentões e os cogumelos e continue cozinhando por mais 5 minutos, antes de adicionar a abobrinha. Cozinhe por mais 3 minutos ou mais.

4 & # 8211 Adicione o líquido e os flocos de pimenta caiena e leve para ferver.

5 - Junte o frango, o purê de tomate e a acelga e deixe ferver novamente. Abaixe para baixo, tampe e cozinhe por cerca de 10 minutos. Adicione o arroz e cozinhe até o arroz aquecer (cerca de 3 minutos). Desligue o fogo e deixe descansar no fogão por cerca de 5 minutos antes de servir.

sirva com queijo Parmigiano Reggiano ou pecorino (se quiser)

Sirva em tigelas rasas de sopa como está, ou com um pouco de queijo Parmigiano Reggiano ralado. Pão crocante também é uma boa adição.


A peça central do Dia de Ação de Graças contemporâneo nos Estados Unidos e Canadá é uma grande refeição, geralmente com um grande peru assado. A maioria dos pratos em um jantar tradicional de Ação de Graças é feita com alimentos nativos do Novo Mundo. No entanto, muitas das tradições clássicas atribuídas ao primeiro Dia de Ação de Graças são, na verdade, mitos.

De acordo com o que se sabe sobre & # 8220The First Thanksgiving & # 8221, a festa de 1621 entre os peregrinos e os wampanoag na colônia de Plymouth continha aves aquáticas, veado, peixe, lagosta, mariscos, bagas, frutas, abóbora e abóbora. William Bradford (governador da colônia de Plymouth) observou que, & # 8220 além das aves aquáticas, havia uma grande quantidade de perus selvagens, dos quais eles levaram muitos. & # 8221 Definitivamente, havia perus selvagens na área de Plymouth, no entanto, o melhor relato existente sobre a festa da colheita dos Peregrinos & # 8217 vem do colono Edward Winslow, autor de Mourt & # 8217s Relation: A Journal of the Pilgrims at Plymouth. O relato de primeira mão do Winslow & # 8217s não incluiu nenhuma menção explícita ao peru. Ele, entretanto, menciona os Peregrinos reunindo & # 8220 aves selvagens & # 8221 para a refeição, embora isso provavelmente significasse patos ou gansos. Muitos dos alimentos que foram incluídos no primeiro banquete (exceto os frutos do mar) tornaram-se desde então a base do jantar de Ação de Graças moderno.

O Livro de Receitas da Casa Branca, 1887, pela Sra. F.L. Gillette, et al., Tinha o seguinte menu: ostras na meia concha, creme de frango, smelts fritos, molho tártaro, peru assado, molho de cranberry, purê de batata, abóbora assada, cebola cozida, bolinhos de pastinaga, azeitonas, salada de frango , pastel de veado, torta de abóbora, torta de carne moída, russe Charlotte, sorvete de amêndoa, geleia de limão, bolo de nozes, queijo, frutas e café.

Jantar de Ação de Graças de 1943 a bordo do navio da Marinha dos EUA Ilha Wake

Muitos outros alimentos são normalmente servidos junto com o prato principal - tantos que, devido à quantidade de comida, a refeição do Dia de Ação de Graças às vezes é servida ao meio-dia ou no início da tarde para dar tempo para todos os pratos. As sobras copiosas também são comuns. Muitos clientes diriam que a refeição é & # 8220incompleta & # 8221 sem molho de cranberry, recheio ou molho e molho. Outros pratos comumente servidos incluem abóbora, batata doce, purê de batata, bolinhos, macarrão, espiga de milho ou canjica, ovos cozidos, feijão verde ou caçarola de feijão verde, chucrute (entre aqueles no Meio-Atlântico, especialmente Baltimore), ervilhas e cenouras, pão ou pãezinhos, broa de milho (no sul e partes da Nova Inglaterra) ou biscoitos, rutabagas, nabos e salada.

Existem também diferenças regionais, quanto ao tipo de recheio ou molho tradicionalmente servido com o peru. Os sulistas geralmente fazem o molho com pão de milho, enquanto os de outras partes do país fazem o recheio com pão branco, de trigo ou de centeio como base. Um ou vários dos seguintes ingredientes podem ser adicionados ao molho / recheio: ostras, maçãs, castanhas, passas, aipo e / ou outros vegetais, salsichas ou miúdos de peru & # 8217s. A versão tradicional canadense tem cubos de pão, sálvia, cebola e aipo. Às vezes, o arroz também é usado no lugar do pão em algumas partes do Canadá.

Outros pratos refletem a formação regional ou cultural de quem se reuniu para a refeição. Por exemplo, muitos afro-americanos e sulistas servem macarrão com queijo assado e couve, junto com chitterlings e torta de batata-doce, enquanto os ítalo-americanos costumam colocar lasanha na mesa ao lado do peru e os judeus asquenazes podem servir macarrão kugel, um pudim doce de sobremesa . Outras famílias judias podem consumir alimentos comumente associados ao Hanukkah, como latkes ou um sufganiyot (um tipo de donut de geléia). Não é incomum que os mexicanos-americanos sirvam seu peru com toupeira e milho torrado.

Em Porto Rico, a refeição de Ação de Graças é completada com arroz con gandules (arroz com feijão bóer) ou arroz con maiz (arroz com milho), pasteles (tamales de raiz) recheados com peru, caramelo de creme de abóbora e coco, pão de milho com longaniza, batata salada, batata doce branca assada e cidra espumante dura espanhola. Peru em Porto Rico é recheado com mofongo (um prato à base de banana frita). Os cubano-americanos tradicionalmente servem o peru junto com um pequeno porco assado e incluem arroz branco e feijão preto ou feijão vermelho. Os vegetarianos ou vegans são conhecidos por servir entradas alternativas, como uma grande torta de vegetais ou uma abóbora recheada e assada ou substitutos de tofu. Muitos habitantes do meio-oeste (como os mineiros) de ascendência norueguesa ou escandinava servem lefse (um pão achatado norueguês macio) em sua refeição festiva.

Então, se você não é um tradicionalista, pode querer mudar um pouco as coisas e experimentar alguns novos lados para sua refeição de Natal. Grande parte da preparação nas receitas abaixo pode ser feita com antecedência.

Farro Pilaf cremoso com cogumelos silvestres

  • 3 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • 1 chalota picada
  • 1 xícara de farro
  • 1/4 xícara de vinho branco seco
  • 3 xícaras de caldo de frango com baixo teor de sódio
  • Sal grosso
  • 12 onças de cogumelos selvagens, como shiitake ou ostra, aparados e cortados em fatias de 1/2 polegada
  • Pimenta vermelha em flocos
  • 1 cacho de espinafre (10 onças), caule
  • 1/4 xícara de parmesão esfarelado e mais para servir

Em uma panela média, aqueça 1 colher de sopa de óleo em fogo médio. Adicione a chalota e cozinhe, mexendo sempre, até ficar macia, cerca de 5 minutos. Adicione o farro, mexendo até tostar, cerca de 1 minuto. Adicione o vinho e reduza pela metade. Adicione o caldo, leve para ferver, reduza o fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando, até que o farro esteja macio e cremoso, 35 a 40 minutos. Tempere com sal e cubra para aquecer.

Enquanto isso, aqueça o forno a 450 graus F. Em uma assadeira com borda, misture os cogumelos com as 2 colheres de sopa restantes de óleo e tempere com sal e flocos de pimenta vermelha. Asse, mexendo uma vez, até ficar crocante e dourado, cerca de 20 minutos.

Reaqueça o farro em fogo médio e acrescente o espinafre, mexendo até murchar, cerca de 1 minuto. Junte os cogumelos e o parmesão. Sirva com parmesão adicional.

Feijão Branco Cremoso e Purê de Legumes

  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem e mais para regar
  • 1 cebola picada
  • 1 talo de aipo, em fatias finas
  • 1 cenoura, descascada e cortada em fatias finas
  • 2 libras de batatas Yukon Gold, descascadas e cortadas em pedaços de 1 polegada
  • 2 xícaras de feijão branco cozido, escorrido (equivalente a uma lata de 16 onças)
  • Sal grosso e pimenta moída na hora

Aqueça o óleo em uma panela média em fogo médio. Cozinhe a cebola, o aipo e a cenoura até ficarem translúcidos, 6 a 8 minutos. Adicione as batatas e o feijão branco e cubra com água por 5 centímetros. Tempere generosamente com sal. Leve para ferver, reduza o fogo e cozinhe até que todos os vegetais estejam macios, cerca de 10 minutos. Escorra, reservando cerca de 1 xícara da água do cozimento.

Amasse os vegetais (ou passe em um ricerçador), adicionando água de cozimento reservada para ajustar a consistência. Tempere com sal e pimenta e regue com azeite antes de servir.

Abóbora Bolota Recheada com Quinoa e Pistache

  • 4 abóbora pequena de bolota, cortada pela metade e as sementes removidas
  • 4 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • Sal grosso e pimenta moída na hora
  • 1 xícara de quinua bem enxaguada
  • 1/2 xícara de salsa fresca picada
  • 1/2 xícara de queijo feta, esfarelado
  • 1/2 xícara de pistache assado, salgado, picado
  • 2 colheres de chá de vinagre de vinho tinto
  • Pitada de pimenta vermelha em flocos

Aqueça o forno a 425 graus F. Pincele a abóbora com 2 colheres de sopa de óleo e tempere com sal e pimenta. Asse com o lado cortado para baixo em duas assadeiras de beiradas baixas até ficarem macias e caramelizadas, 15 a 20 minutos.

Enquanto isso, leve a quinoa e 2 xícaras de água para ferver em uma panela pequena. Reduza o fogo e cozinhe, coberto, até ficar macio e a água absorvida, cerca de 15 minutos. Deixe esfriar e afofe com um garfo.

Em uma tigela grande, misture a quinua, a salsa, o queijo feta, os pistache, as 2 colheres de sopa restantes de azeite e vinagre. Tempere com sal e flocos de pimenta vermelha. Preencha as cavidades de abóbora e sirva.

Pão De Batata Doce Com Colher De Gengibre

  • Manteiga para a assadeira
  • 1/2 xícara de fubá amarelo e mais para tirar o pó da frigideira
  • 2 pequenas batatas-doces (12 onças), descascadas e cortadas em pedaços de 1 polegada
  • 1 1/2 xícara de leite desnatado (1%)
  • 2 ovos grandes, separados, mais 2 claras de ovo grandes
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de melaço
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco descascado e ralado
  • 1 colher de chá de sal

Pré-aqueça o forno a 350 graus F. Unte com manteiga uma assadeira de 2 litros e polvilhe com fubá.

Cozinhe as batatas-doces até ficarem macias, cerca de 15 minutos. Retire do fogo e amasse até ficar bem homogêneo e deixe esfriar um pouco.

Enquanto isso, em uma panela média, leve o leite para ferver. Misture o fubá em um filete fino. Cozinhe, mexendo sempre, até engrossar, por 1 a 3 minutos retire do fogo e deixe esfriar um pouco.

Em uma tigela grande, misture o purê de batata-doce, a mistura de fubá, as gemas, o açúcar, o melaço, o gengibre e o sal.

Bata as claras em neve com a batedeira até formar picos firmes. Dobre metade das claras em neve na mistura de fubá. Muito delicadamente, incorpore as restantes claras em neve.

Coloque a mistura na assadeira preparada, coloque em uma assadeira e leve ao forno até estufar e endurecer, cerca de 35 a 40 minutos.

Couve de Bruxelas com limão e alho

  • 1 1/2 libra de couve de bruxelas fresca
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de suco de limão
  • 3/4 colher de chá de sal
  • 3/4 colher de chá de alho em pó
  • Pimenta Dash
  • 3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • 3 fatias de bacon cozido, esfarelado

Corte um “X” no miolo de cada couve de Bruxelas. Coloque em uma assadeira rasa revestida com spray de cozinha. Regue as couves de Bruxelas com óleo e sumo de limão, polvilhe com sal, alho em pó e pimenta.

Asse, descoberto, a 400 ° F por 20-25 minutos ou até ficar macio, mexendo uma vez. Polvilhe com queijo e bacon esfarelado.

Compartilhar isso:

Assim:


Lula rápida com maionese de alho (página 16)

Da Nigella Express: 130 Recipes for Good Food, Fast Nigella Express de Nigella Lawson

Tem certeza de que deseja excluir esta receita de sua estante? Isso removerá todos os favoritos que você criou para esta receita.

  • Categorias: Aperitivos / entradas rápidas / fáceis
  • Ingredientes: semolina alho maionese óleo de amendoim tempero Old Bay lula (lula)


Nossas melhores receitas de couve-flor

A couve-flor passou de um acompanhamento confiável para o super-herói dos substitutos de baixo teor de carboidratos e tudo mais. Obtenha aqui as nossas melhores receitas de couve-flor, desde couve-flor torrada básica a pizza de couve-flor.

Relacionado a:

Foto por: Matt Armendariz & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Foto por: Alice Gao & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Foto por: Renee Comet & copy2013, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Foto por: Heather Ramsdell e copyFood Network 2016

Foto por: Tara Donne & copyFOOD NETWORK: 2012, Television Food Network, G.P.

Couve-flor “Mac” e Queijo

Esta versão simples e com baixo teor de carboidratos do macarrão com queijo é tão rica e cremosa que você não vai perder o macarrão!

Pizza com Crosta de Couve-Flor

Katie cozinha a couve-flor primeiro, depois drena a umidade para criar uma crosta crocante de pizza marrom-dourada. Cubra com seu molho e queijo favoritos para um toque mais saudável na refeição favorita de todos.

Couve-flor parmesão

Este delicioso e farto queijo parmesão de couve-flor não economiza no sabor e irá satisfazer a todos, desde os vegetarianos até o carnívoro mais obstinado.

Arroz de couve-flor

Com azeite de oliva saudável para o coração, cebolas caramelizadas doces e uma porção de salsa fresca, o arroz com couve-flor Food Network Kitchen & rsquos funciona muito bem como um substituto do arroz com baixo teor de carboidratos.

Couve-flor Recheada Assada Inteira

A couve-flor é recheada com bacon, queijo e couve para um toque clássico e impressionante. Quer pular o bacon? Ele pode ser facilmente substituído por cogumelos botão fatiados.

Couve-flor gratinada

Ina adiciona noz-moscada para realçar os sabores de nozes de Gruyere e Parmesão, em seguida, cobre seu prato com pão ralado para formar uma crosta rica e amanteigada.

Purê de alho couve-flor

É uma questão de textura em uma alternativa saudável ao clássico purê de batata. O segredo? O iogurte grego e o parmesão ajudam a obter a textura rica e cremosa que você deseja.

Bifes de couve-flor assados

Vegetarianos, este e rsquos para vocês. Valerie cobre seus bifes de couve-flor com pinhões e passas para uma refeição doce e crocante que é farta e saborosa.

Caçarola de Couve-Flor Carregada

Bacon crocante, cebola doce e queijo cheddar picante aumentam a couve-flor em uma caçarola perfeita para o dia do jogo.

Sopa de couve-flor

Não é mais reconfortante do que a sopa de couve-flor de Ree. Ela diz que é a "combinação perfeita de cremoso, sonhador, saudável e decadente".

Couve-flor Assada Integral De Mostarda-Parmesão

Sirva uma cabeça inteira de couve-flor torrada como uma (deliciosa) peça de referência que com certeza vai impressionar. Assar a couve-flor em fogo alto concentra o sabor forte do molho de mostarda Dijon que foi escovado todo.

Pão de couve-flor com baixo teor de carboidratos

Jogue fora a comida com esses baguetes de queijo sem glúten. Não tenha medo de fazer extra & rsquore vai querer mais para as sobras.

Couve-flor de Buffalo com Molho de Queijo Azul

Desfrute de um de seus bares favoritos e lanches de festa em uma nova forma. Com nosso molho picante de búfala e molho de queijo azul cremoso e fresco, a couve-flor é tão satisfatória quanto as asas, mas com uma fração das calorias e da gordura.

Molho Alfredo de Couve-Flor

Rápida, fácil e familiar, Katie joga seu molho alfredo de couve-flor com macarrão e camarão para a refeição perfeita durante a semana.

Couve-flor do General Tso

O peso pesado para viagem recebe o tratamento vegetariano em uma versão caseira que traz gengibre fresco, raspas de laranja e couve-flor crocante.

Caçarola de Frango Tetrazzini com Couve-Flor

Rachael adiciona um impulso de nutrientes saudáveis ​​ao prato italiano clássico com couve-flor tenra e cozida no vapor. Dica de preparação de refeições: cubra e leve à geladeira antes de assar esta caçarola para que você tenha um jantar sem suor no meio da semana coberto.

Muffins de Couve Flor De Pão De Milho

Bata as claras para obter um muffin fofo e sem glúten que tem o gosto e a aparência do seu pão de milho favorito. O queijo jalapeño picante e o queijo cheddar elevam ainda mais os sabores para um muffin que é doce, picante e salgado.

Cauliflower and Potatoes (Aloo Gobi)

Aarti steams cauliflower and potato in a simple side dish that she often ate while she was growing up. The flavors are delicate enough to be served as an intro to Indian food.

Roasted Cauliflower with Parmesan and Pancetta

Giada uses the whole cauliflower, leaves and all, in this cheesy cauliflower casserole.

Grilled Cauliflower Salad

Guy grills five different veggies for a crisp, crunchy side that&rsquos nutritious and tasty. A goat cheese vinaigrette adds a zesty zing to the simple salad.

Roasted Cauliflower

Roast cauliflower florets with olive oil, garlic and red pepper for a tender veggie that&rsquos crisp on the outside and juicy on the inside. Toss it together right on the baking sheet to avoid extra cleanup.

Whole Roasted Cauliflower with Pomegranate and Tahini

Whether you want a vegan-friendly main course for an upcoming dinner party, or a new method for cooking one of your favorite veggies, this cauliflower fits the bill. Inspired by Eyal Shani's world-famous whole roasted baby cauliflower served at his Miznon restaurants, we seasoned a head with cumin and coriander for a subtle hint of spice, then made a nutty tahini sauce for drizzling over the top. Fresh green herbs and tart ruby pomegranate seeds add a pop of color and flavor to this impressive dish.

Garlic and Herb Cauliflower Chips

A light and tasty snack that comes together in under 30 minutes. Try these for a keto- and gluten-free-friendly substitute when you're having a cracker or chip craving.


Epicurious.com: Editor's Blog

O FeedBurner facilita o recebimento de atualizações de conteúdo no My Yahoo !, Newsgator, Bloglines e outros leitores de notícias.

Conteúdo de feed atual

Dress Up These Pigs in a Blanket for the Big Game (You'll Hardly Recognize Them)

Posted: Fri, 30 Jan 2015 15:37:12 -0500


Photo by Andrew Purcell, food styling by Carrie Purcell

Stockpiled the beer? Picked the popcorn? Excelente. But there's still one more thing for you to do before the big game kicks off: Design your very own pigs-in-a-blanket. 

Oh, wait, were you planning to go with the basic model? They'll do in a pinch. But in just three simple steps, you can go beyond cocktail wieners and puff pastry, giving this old-school party snack an all-star makeover.

PICK A NEW "PIG"

There's no need to default to the cocktail wienie. Not when you can take your pick from the wide world of sausages. Duck sausage. Spicy pork sausage. Chicken-herb. Smoky kielbasa. The only points you need to know: The sausages need to be pre-cooked, so if you pick up a batch of raw sausages, just pan-fry them and let them cool to room temp before cutting them to cocktail-wiener size and wrapping your pigs in pastry. (Click here for the basic method.) There's only one kind of sausage you can't use: Dried sausages. They're too, well, dry.

TUCK IN SOMETHING TASTY

Great sausage stands on its own, sure, but no one would say no to biting into a pig that also features melted cheese or another flavor-packed ingredient. Just think about what your selected sausage would taste best with. Spicy Italian sausage with provolone and some sliced basil. Kielbasa with sauteed onions or sauerkraut. Chorizo with membrillo (quince paste). Hot dogs with pimento cheese. Chicken-herb sausage with pesto. E assim por diante. Just keep the amounts on the small side so the pigs still roll up easily in the pastry.

GARNISH YOUR "BLANKET"

After you've rolled up your pigs, there's still time to add even more flavor before they bake. Just brush them with beaten egg and sprinkle them with something delicious. Cumin seeds. Dried oregano. Grated cheese. Smoked paprika. Flaky sea salt and/or cracked black pepper.

Ready to get started? Here are three amazing upgrades on pigs-in-a-blanket to try:

The Crunchy, Salty Snack Every Super Bowl Party Needs

Posted: Fri, 30 Jan 2015 13:45:59 -0500

You've prepped your wings (or drumsticks!), loaded up your nachos, and stocked your fridge with sausage. So you probably think you're all set for the big party this Sunday night, right? Errado. You're not ready until you have a batch of something seriously snackable for guests to munch on from kick-off to the final whistle.

That's where popcorn fits in. Here are five batches to whip up. Some are salty, some are sweet, some are spicy--but they're all crunchy and addictive.

Smoked almonds provide just the right amount of contrast in this upgraded caramel corn.

Shichimi togarashi, also called seven spice powder, is a blend of chiles, dried orange peel, Sichuan peppercorns, sesame seeds, dried ginger, and seaweed. Spicy and savory, it's perfect sprinkled over this garlic-buttered popcorn.

Piment d’Espelette is a chili powder that's made from chiles from the Basque region of France and Spain. Using it is a great way to add subtle heat without going overboard. 

How do you make popcorn even more crunchable? Add chopped and toasted pecans to the sweet, sticky mix.

There isn't much that bacon can't make better, and this salty-sweet caramel corn is no exception.

The Other Thing To Do With Bacon (Besides Eat It)

Posted: Thu, 29 Jan 2015 17:11:25 -0500

I didn't grow up eating bacon at home. Some kids look forward to going to a friend's house to binge on the sugar cereals they aren't allowed to eat at home--I looked forward to a plate of crisp bacon. 

All of this is to say that I came to one of the best cooking tips later in life than most--bacon fat is meant to be saved and cherished, not discarded in the trash. 

The process of saving bacon fat couldn't be easier. Whether you're cooking your strips on a sheet tray in the oven or in a cast iron pan on the stovetop, the process is the same: Devour cooked bacon while the fat leftover in the tray or pan cools down (you want it warm enough to still be fluid, cool enough not to scald you). Then carefully pour the liquid gold into a mason jar or any air-tight container and place it in the fridge. 

After a few batches, you'll have a stockpile of the stuff to start cooking with on a regular basis. The key to working bacon fat into your cooking routine is that you don't want to overdo it. It's extremely rich and shouldn't be a straight substitute for olive oil or butter. Believe me when I say that a little bit goes a long way.

With that in mind, here are five ways to start (re)using bacon fat at home:

Sautée Pretty Much Any Vegetable

Greens like spinach and kale work particularly well when wilted with bacon fat, but just about any vegetable can take on its fatty richness. Just add a teaspoon to a pan of sunchokes, brussels sprouts, or mushrooms just before they're finished cooking.

Make Refried Beans

A can of beans is good. A batch of refried beans is great. Refried beans cooked in a couple of tablespoons of bacon fat? Hands-down the smokiest, most delicious way to do it. 

Cook Pancakes 

Tired of your flapjacks looking like blonde, pale versions of the ones in your dreams? A base layer of bacon fat will help get your pancakes achieve their full golden-brown potential. 

Build the Base of a Soup or Stew

Something very important happens before any meat or stock gets added to soups and stew--vegetables like onions, celery, and garlic are cooked in oil to form a flavor foundation. Olive oil's a great fat and all, but try supplementing it with a tablespoon of bacon fat to give your bowl another dimension. 

Cook Up a Meaty Fish 

Sometimes you're cooking a delicate piece of pricy seafood like halibut or tuna and you're paying a premium to taste that fish's pure flavor. But if you're not paying $25 per pound, pan-searing with a bit of bacon fat will ensure the end result has perfectly crispy skin.

The Juicy, Meaty Cut of Chicken You Forgot About

Posted: Thu, 29 Jan 2015 13:53:37 -0500

When it comes to chicken, we're not the only ones who advocate going to the dark side. By now most people know that chicken thighs are not only more affordable, but also more flavorful than chicken breasts. But what about the other half of the chicken leg, the oft-forgotten chicken drumstick? This cut is just as cheap (if not cheaper), juicy, and meaty as the thigh--and they have the finger-food fun of wings.

Since drumsticks have more fat and connective tissue, they stand up to a wider range of cooking methods than breasts. They do well with high-heat, quick-cooking methods, like grilling or roasting, as well as slower-cooking methods, like baking or braising, which renders them fall-apart tender. You can substitute drumsticks for thighs in almost any recipe, as the two cuts cook in about the same amount of time and have the same flavor profile. Plan on serving about two drumsticks per person.

Ready to switch up your weeknight chicken dinner? Try one of these recipes that highlight the versatility of the succulent and savory chicken drumstick:

These oven-roasted Sweet and Spicy Chicken Drumsticks have a similar flavor as buffalo chicken wings, without the mess of frying.

Serve these addictive, Parm and panko-crusted Deviled Chicken Drumsticks hot or at room temperature.

These grilled Bourbon-Molasses Chicken Drumsticks get finished with a home-made BBQ sauce.

Grilled Lemon-Oregano Chicken Drumsticks get a bath in a tangy marinade before hitting the grill.

If you're looking for an Asian-inspired dish, try this sweet and sour Apricot-Glazed Chicken.

Bake these Lemon-Chicken Drumsticks and serve them with their juices over orzo or rice.

Who doesn't love fried chicken? Make this recipe for Rosemary-Brined, Buttermilk Fried Chicken as is, or swap out the thighs and wings and fry 16 drumsticks to feed 6 to 8 people. 

How To Turn an Overstocked Pantry Into an Addictive Meal

Posted: Thu, 29 Jan 2015 12:10:42 -0500

For a lot of the country, Winter Storm Juno was nothing more than 5 inches of disappointment. All that preparation, all that unearthing of blankets and flashlights--it was all for naught. And don't even get us started on the groceries we stockpiled.

Actually, let's Faz get started on those. If we don't, all those groceries will go to waste. Let's turn all those pantry products and loaves of bread into a few seriously delicious meals. Yesterday, our food editor Rhoda Boone shared some great ideas on how to do just that with the NYPost here, we share the recipes need to pull those dishes off.

"This appetizer is a great way to use up extra bread and wine. We reduce wine with garlic, then mix in red-pepper flakes and create a flavor-packed butter that's slathered over the toasted cubes," says Rhoda. You'll have wished you bought even more bread then you did once you make this snackable garlic bread.  

If you bought yogurt, chickpeas, and tomatoes, make Lamb Chops with Everything-Bagel Yogurt and Chickpeas

"If you stocked up on yogurt, chickpeas, or canned tomatoes, turn them into this flavorful, Moroccan-influenced meal," says Rhoda. If you hold onto those items until the 14th, this is a perfect meal for Valentine's Day. But we won't hold it against you if you can't wait and whip it up this weekend instead.

Invite your friends over for brunch this weekend to help you eat through your stockpile. "We love this recipe because it’s so easy to make for a crowd. The individual servings make it feel special, and the eggs bake in less than 15 minutes."

If you bought macaroni, cheese, and milk, make Our Favorite Macaroni and Cheese

With the Super Bowl right around the corner, use all that dry pasta to make crowd-pleasing cheddar and Parmesan mac and cheese. "The garlicky topping made with panko breadcrumbs (which are lighter and flakier than traditional breadcrumbs) take our version of mac and cheese to the next level."

If you bought beer and chicken, make Beer-Brined Chicken with Thyme

"If you went overboard on beer, try turning it into a brine that makes chicken extra juicy and flavorful," says Rhoda. This chicken recipe is another game-day score and comes from Nick Anderer, chef at the popular restaurant Marta in New York City. 

If you bought cheese, chips, and beans, make the Ultimate Nachos

These two items are a huge touchdown--use both to make a killer platter of party-ready nachos. "For extra crispy nachos, top them with cheese and homemade bean dip right before blasting them in your oven. Add brightness after baking with fresh toppings like cilantro, red onion, and sour cream."

We Buy These 7 Fruits and Vegetables Already Prepped, and Feel No Shame About It

Posted: Wed, 28 Jan 2015 15:52:48 -0500

At the Epicurious Test Kitchen we believe in cooking from scratch. We are home cooks who love the process of every step that goes into preparing a meal. Except that sometimes we don't. Because sometimes, we need to get dinner on the table faster than it would take if we washed and dried all our salad greens and peeled all our veggies. So when we shop the produce aisle at our local grocery store, we sometimes--sometimes--buy certain fresh fruits and veggies pre-prepared. 

We're not maniacs, of course. We have standards. These seven pre-prepped produce items are cool stay tuned for our story on those that aren't.

Peeled and seeded butternut squash 
If your supermarket sells it peeled, seeded, and halved, that's your best bet, since you can still control how you want to cut it. If you're going to be pureeing it into a soup, though, may as well go for the peeled, seeded, and cubed version.

Washed and boxed greens
We have a lot of ideas about how to buy the best prepared salad greens, but the most important place to start is to look for prepared greens sold in plastic clamshells rather than bags those are less likely to be all squished and bruised by the time you get them home.

Peeled and cooked beets
Look for cooked and peeled beets vacuum-sealed in plastic--it saves you the effort (and mess!) of cooking and peeling beets for your favorite beet salad. 

Cubed pineapple
Most fresh fruit is better when you eat it moments after peeling and slicing it. Fresh pineapple, however, stays fresh for a few days after cutting. Whether you're simply eating it (we like it with a pinch of chili and salt) or mixing it into a salad or salsa, be sure to use it within a couple days of purchasing.

Peeled garlic
If you're making any recipe that calls for more than 10 cloves of garlic--let alone 40--go ahead and buy that garlic already peeled. The cloves stay fresh for about two weeks in the fridge.

Peeled pearl onions
Pearl onions are notoriously annoying to peel, and freshly peeled pearl onions will keep in the fridge for about 10 days, so what's the downside? Go ahead and buy them pre-peeled and indulge in a side dish of glazed pearl onions.

Baby carrots
This one is probably the one you're already buying, right? Those peeled and "baby" portioned carrots are so easy to munch for instant snacks. But they're also a handy cooking shortcut. Making pureed carrot soup? Just throw those babies straight in the pot.

Pomegranate seeds
A sprinkle of fresh pomegranate seeds gives a winter salad new life. If you really don’t want to get the seeds out yourself, look for a package of pomegranate arils--but look out for juice hanging around in the bottom of the container, which can lead to sliminess.

These Cookies Can All Be Made In Less Than An Hour

Posted: Tue, 27 Jan 2015 16:32:09 -0500

Sometimes a cookie craving comes on strong and you need cookies fast--like five minutes ago fast. If that's happened to you--hey, maybe it's happening to you right now--fear not. With short ingredient lists and even shorter baking times, these eight crave-satisfying cookie recipes are just what you need:

Chocolate Brownie Cookies
Somewhere between a fudgy brownie and a chewy chocolate chip cookie, these naturally gluten-free cookies only take six ingredients and about half an hour to make.

Shortbread Cookies
Use your favorite jam for these simple, buttery six-ingredient cookies. They'll be ready in just 30 minutes.

Chocolate Chip Cookies
You'll need an electric mixer and just about half an hour to make this version of chocolate chip cookies with crunchy edges and soft centers.

Nutty Crunch Cookies
If you have a food processor, 50 minutes to spare, and a desire for perfectly crunchy nut-filled cookies, this recipe is for you. 

Chewy Molasses Cookies
You may think of ginger-spiced cookies as belonging to the holidays, but they’re great any time of year. They take about 45 minutes to make and stay fresh for days, making them perfect for packing in lunch boxes.

Tahini Cookies
Tahini isn't just for hummus! You'll need to use a food processor to make these rich sesame cookies, but they'll be done in just 45 minutes.

Flourless Oatmeal Chocolate-Chunk Cookies
For gluten-free cookies in a hurry that are just a little bit healthier, chop up a bar of darkest dark chocolate to use instead of chocolate chips.

Lauren's Peanut Butter Kiss Cookies
A batch of classic, crowd-pleasing peanut cookies topped with chocolate kisses comes together in less than a hour, and keeps in an airtight container for about three days.

And if you're making a batch of cookies that call for room temperature eggs or butter, read our test kitchen's tips for how to make it all happen faster. 

Better Hot Chocolate Is Just A Snow Day Away

Posted: Tue, 27 Jan 2015 13:54:37 -0500

Winter snowstorms--whether in your area or halfway across the country--are opportunities for excuses. An excuse not to work. An excuse to stay in sweatpants all day. And an excuse to drink hot chocolate.

The flipside of that excuse: If you're stuck at home all day with not much else to do but watch the snow fall, there's no reason not to make your hot chocolate the best it can be. Here are a few ways to give your drinking chocolate an upgrade.

1. Spike it with booze.

This just may be the best part about being an adult because, really, what isn't better with a bit of booze? Just stir in a shot of brandy, rum, or whiskey right before sipping. You're welcome.

2. Add serious spice.

Sure, you can infuse hot chocolate with cinnamon and it will undoubtly be delicious. But go beyond the warming spices and try the more fiery ones. Here, ancho chili powder and a red chile are added to the mix.

3. Pour it over ice cream, call it dessert.

Because what isn't better with a scoop of ice cream? Typically made by pouring hot espresso over vanilla gelato, this take on the classic Italian dessert swaps out espresso for creamy hot cocoa. Don't limit this decadent combination to just peppermint ice cream--vanilla, coffee, or chocolate are also pretty perfect.

4. Go big with your toppings.

Fact: Canned whipped cream and mini marshmallows are so passé. Go a heavy-handed dollop of freshly whipped cream, instead. (A drizzle of caramel sauce doesn't hurt, either.) 

A Can Of White Beans Just Saved Winter

Posted: Mon, 26 Jan 2015 13:14:15 -0500

If you have a can of white beans in your pantry (or two. or eight. ), this is the time to use it. These cans are perfect for snow days, because they offer quick, hearty dinners, lunches, breakfasts, and snacks--all with not much more effort than it takes to open a can. Creamy, comforting, protein-rich, and white like the snow outside, canned cannellini, navy, and Great Northern beans can all be used interchangeably in most recipes calling for white beans. Here's our 7 favorite things to do with a can of white beans.

Make soup. Combine white beans with broth, canned tomatoes or tomato paste, and whatever fresh veggies you have on hand for an instantly satisfying soup. For extra flavor and texture, add some bacon or pancetta and your favorite whole grain. Want a creamier texture? Blend a portion of the soup and stir it back into the pot.

Just add greens. Garlicky greens and beans are always a good idea, and it's a dish that works with spinach, kale, broccoli rabe, and mustard greens. Put an egg on it for breakfast or a vegetarian dinner, or serve it as a side with basically anything. To take it up a notch, add slices of lemon and anchovy fillets.

Mix into pasta. Stir some white beans into your favorite pasta with red sauce for extra flavor, textural variety, and added protein. Mussels or shrimp work well in a bean pasta, too.

Make salad. With olive oil-packed tuna (another pantry essential!) and some chopped fresh veggies and herbs, you can make an almost instant but totally healthy and satisfying no-cook meal. For a vegetarian option, try this with hard boiled eggs instead.

Purée. With a little help from your food processor, a can of white beans can turn into an alternative to mashed potatoes, or a dairy-free creamy dip for crudités.

Top toast. Simply mash beans with chopped olives, parsley, olive oil and lemon and spread on toast for a simple and satisfying snack, or get a little more involved and make a brothy Italian ragout.

Bake with chicken. The ultimate one-pan dinner: a can of white beans, a can of stewed tomatoes, onions, bacon, and chicken thighs.

The Ultimate Guide to Buying and Using Sugar

Posted: Fri, 23 Jan 2015 16:36:21 -0500

Once upon a time, sugar might have been simple. Now it's anything but. Sugar isn't sugar anymore--it's turbinado sugar, superfine sugar, coconut sugar.

Is it too much? Actually, it's not enough--this is the best time for sugar fiends, as all of these varities have unique flavors, textures and personalities. You just have to know what those traits are and how to best exploit them. Which is exactly what we break down in this definitive sugar buying guide.

Açúcar granulado

The most refined and common sugar. It's made from removing the juices of sugar beets or sugar cane, which are then processed to remove the molasses. Superfine sugar is a subset of granulated sugar that's best used in recipes where sugar needs to dissolve quickly.

Dark Brown Sugar e Light Brown Sugar

Brown sugar is refined white sugar with molasses added back in. Dark brown sugar has more molasses than the light variety, which accounts for the color differences. They can be used interchangeably, though dark brown sugar has a stronger molasses flavor. 

Confectioner's Sugar

More commonly known as powdered sugar, confectioner's sugar is granulated sugar that's been ground into a powder. Cornstarch is often added to prevent clumps from forming. Because it dissolves easily, it's favored for icings, frostings, and whipped cream.

Caster Sugar

Caster sugar is very, very fine and dissolves quickly, which makes it perfect for cocktails, meringues, or frostings.

Turbinado Sugar

Turbinado sugar is slightly refined raw cane sugar. It has a caramel-like flavor, which makes it a good choice for baked goods and beverages. It's especially great for sprinkling on top of baked goods to get a sugary, crunchy exterior. 

Demerara Sugar

Another minimally-refined raw cane sugar that's usually used to sweeten beverages. The crystals are larger--and lighter in color--than turbinado sugar, which makes demerara a good candidate for sprinkling on baked goods. 

Muscovado Sugar

Sticky and sandy, muscavado is similar to brown sugar except it comes from unrefined sugar that hasn't had the molasses removed. It can be used in place of brown sugar, but be careful--it has a much stronger flavor. Muscavado is perhaps best suited to barbecue and other sauces. 

As the name suggests, cane sugar comes solely from sugarcane. It is a natural combination of sugar and molasses without any refining or added flavors, so many people prefer it for baking over brown sugar.  

Coconut Sugar

Coconut sugar (also called coconut palm sugar) is made from the sap of the coconut plant. It has an earthy flavor and pairs especially well with baked goods containing chocolate. 

Palm sugar comes from the nectar of the sugar palm tree. It's flavor is most similar to coconut sugar but with smoky caramel notes.

Date sugar is made from dehydrated ground dates and can be used as an alternative to brown sugar. 

Pearl Sugar

If you've ever had a Scandinavian cinnamon roll or other pastry, you may have noticed the large, white sugar crystals on top. This is pearl sugar (also called coarse or decorating sugar) and it's only used for topping since it doesn't melt away at high temperatures. 

Sanding Sugar

Also moderately heat resistant, sanding sugar is only used for topping baked goods since the crystals are fairly large and often dyed a myriad of colors. 

Maple Sugar

Maple sugar is made from the sap of the maple tree and can be used the same way you would use regular sugar. It tastes amazing on buttered toast, in oatmeal, or in shortbread cookies. 

FeedBurner delivers the world's subscriptions wherever they need to go. Publish a feed for text or podcasting?
You should try FeedBurner today.


Assista o vídeo: Filetes de Pescada Crocantes Experimente!!! (Agosto 2022).